penico, tirar das fraldas, bebê, hábitos, 6 meses desfraldar, desfralde

Adeus Fraldas (aos 7 meses)

Facebook

penico, tirar das fraldas, bebê, hábitos, 6 meses desfraldar, desfraldeNessa foto o Primogênito sentado no penico infantil ele tinha 6 meses (e estava se recuperando de catapora).

As minhas lembranças de infância sempre incluíam um penico. Então fiz o mesmo com meus meninos. Aos 7 meses eles não usavam fraldas de dia e com 1 ano, não usavam mais a noite.

Eu sei que existem opiniões divididas sobre desfraldar seu bebê, mas sempre falei que ia ensinar meus filhos a serem independentes desde o início. E me inspirei em educadores com Maria Montessori e Glen Doman que acreditavam no potencial do bebê.

Vou contar aqui a minha experiência e meus segredos aprendidos com meus meninos e outras crianças de quem cuidei.

Quando eu me empolguei a me dedicar a ser mãe, digo ser uma mãe consciente, comecei a estudar todas as etapas em que estava vivendo. Logo encontrei o assunto sobre desfraldar o bebê.

Comecei quando O Primogênito tinha 6 meses quando ele começou a se firmar sentado. Eu colocava ele no penico e sentava no chão junto para segurar ele.

Round 1

Segredo n° 1:

Escolha 1 horário. Para criar uma rotina (sim, os bebês entendem e precisam da rotina).

penico infantil, desfraldar, bebê, hábitos, 6 meses

O primeiro horário em que eu escolhi para começar a usar o penico foi logo que eles acordavam (olha a carinha de sono dele).

Eu já sabia que eles faziam xixi assim que acordavam (muitas crianças são assim). Já sabia quanto tempo eles dormiam e tinha uma babá eletrônica. Então assim que acordavam eu corria para o quarto, tirava a fralda  e sentava ele no penico ficando do lado dele.


A Experiência

No começo eles (lógico) não entendem o que está acontecendo, mas vai conversando com seu bebê. Explicando o que vocês estão fazendo, bem gentil. No começo todas as vezes que o bebê fizer xixi será por acaso, mas logo ele entende a mensagem.


 

Segredo n° 2

penico infantil; tirar das fraldas

Faça deste tempo especial.

Dê algo que ele pode ter sempre que vai ao penico. Então era um incentivo para ele gostar de sentar no penico.

O Primogênito gostava de livros. Eles sempre tinha algum preferido. Nessa idade coisas repetidas (mesmo brinquedo, mesmo livro) são boas, cria senso de rotina, de segurança.

Eu aproveitava para incentivar o gosto pela leitura.

 

Segredo n° 3

Festa!

Frequentemente especialmente no começo eles não faziam nada. Mesmo assim, eu fazia festinha. Outras vezes era só uma gotinha….fazia festinha!! E sempre mostrava para eles. Levantava do pinico e mostrava o xixi e enchia de beijinhos.

Logo logo, ele entende o recado.


Estranhices

Muitas vezes eu ligava a torneira para incentivar (sabe como é o barulhinho da água), outras vezes usava o chuveirinho (pode ser com um copo de água mesmo) jogava água no piu-piu deles, fazia barulho de xixi (sssssss), .


 

Até então eu colocava as fraldas de volta no meu filho depois do penico.

Round 2

Eu comecei nos primeiros meses fazendo isso e logo que ele começou a engatinhar, por volta dos 7 meses, decidi que estava na hora de tirar as fraldas de dia. E coincidiu que estavámos no verão.

Claro que eu tive muitos “acidentes”. Lavei muito roupa. Limpei muito chão.

Segredo n° 4

desfraldar, molhar a calça, xixi

Não bata. Não fique brava. Pois eles vão molhar o chão…muitas vezes!

Ficar brava causar tensão emocional nos dois e principalmente no bebê.

Segredo n° 5

Fique atenta

Quem estiver cuidando da criança deve ficar bem atenta aos detalhes, aos pedidos, às vezes é o olhar do bebê, as vezes é um movimento gesto que ele faz.

E tenha o penico por perto. Roupas fáceis de tirar. Assim é só tirar e e sentar. Em seguida eu fui migrando para o banheiro (lembrando que ele era bebê).

Às vezes ele começa no chão e nós corríamos para terminar no penico.


Algo que eu fazia com ele era enxaguar a roupinha com ele. Nem sempre dava, mas eu tentava. Ensina senso de responsabilidade e ao mesmo tempo era uma atividade divertida de fazer juntos.

Deu tabalho sim, e tive muuuuitos momentos de preguiça e de desistir achando que não ia levar a nada.

Mas quando meu segundo filho nasceu, O Primogênito não usava mais fraldas nem de dia, nem a noite e ele tinha apenas 1 ano e 7 meses. Valeu a pena.

Já com meu caçula, foi outra história…

É claro que cada criança é diferente, e temos que tabalhar junto com elas, mas uma coisa que aprendi sobre bebês é que eles podem muito mais do que pensamos que podem.

Segredo n° 6

Houve épocas em que, uma vez desfraldados, meus meninos não queriam parar o que estavam fazendo (brincadeira, desenho animado, etc) para ir ao penico. Neste caso é nossa responsabilidade levar eles ao penico de tempos em tempo, mesmo sem pedirem sabendo que se eles segurarem demais, faz mal.

A última dica que deixo é: pode colocar a fralda quando estiverem fora de casa. 

E você, qual foi sua experiência desfraldando seu bebê?

Crédito Fotos: 1º Google, outras Minha Festa Preferida


Facebook

Comments

  • Deijanete Lobo Esmera
    Reply

    Amei sua história no seu blog querida, achei fantástico esse seu interesse de pesquisar sobre o desenvolvimento da criança, como desfraldar, muito legal mesmo! Tudo é como você comenta é ter paciência e amor para o destino de ser mãe. Muitas mães não conseguem porque deixam seus filhos de fraldas o dia inteiro. Tem crianças (Bebês) que já caminham com as perninhas abertas por causa desse incômodo de fraldas, eu sinceramente considero um castigo! o bebê não tem contato com seus orgãos genitais, acredito que no futuro possa prejudicar muito a criança. Parabéns!

    • mfp

      Obrigada Deijanete! Concordo amor e paciência (e disciplina) da nossa parte :). Mas vale a pena.